Theme Layout

layout_grid

Boxed or Wide or Framed

Theme Translation

Display Featured Slider

Featured Slider Styles

[Boxedwidth][caption2]

Display Trending Posts

Display Instagram Footer

userId: 200280022, accessToken: '1677ed0.27286c4787d645babafe132cb8a61844',

Dark or Light Style

A Escolha dos Três - Stephen King | A Torre Negra II



Eis que venho comentar o segundo livro da saga A Torre Negra. Já comentei sobre o primeiro livro  e o tanto que me envolvi com a saga, a busca pela Torre, como a narrativa é formada. (Se não leu a primeira postagem, leia aqui antes de continuar!).

Nesse livro continuamos acompanhando a busca desesperada de Roland pela Torre Negra. Após desfecho do primeiro livro e o confronto (ou seria uma confabulação?) com o homem de preto, este revela a Roland através de cartas de um baralho de tarô aqueles que deverão ajudá-lo em sua busca pela Torre Negra.

O Prisioneiro, A Dama das Sombras e a Morte.

Três cartas que dizem muito mais do que aparentam. Cidadãos americanos separados por vários anos e eras. Agora, o último pistoleiro precisará atravessar três portas que se erguem pelo mundo Ocidental para encontrar estas três pessoas. Assim, começamos mais um livro que dá continuação à fantástica história de King.

Lembra o que eu tinha dito sobre sempre ser surpreendido pelo King? Essa ideia vai se mostrar mais forte do que antes nesse livro. Primeiro porque no primeiro capítulo (sim,já no primeiro!) acontece algo que muda consideravelmente o rumo da história; e segundo, porque neste suas primeiras impressões sobre o protagonista também serão abaladas.

A história segue uma linha totalmente linear, sem muitos rodeios, onde temos melhor entendimento do que está acontecendo. Com o acréscimo de mais personagens, King (fazendo o que sabe fazer de melhor) os desenvolve muito bem, e começa a tramar as situações surreais e envolventes do livro.

Eddie Dean, ou O Prisioneiro, na certa é o personagem que mais me chamou atenção. Além de marcante, com um humor que só acrescenta a narrativa, fez um contraponto excelente a Roland, revelando um pouco mais do pistoleiro (que após ao primeiro livro, tanto nos desperta curiosidade). A trama e desafios para o encontro de Roland e Eddie ajudaram bastante à prender ~ainda mais ~ minha atenção nesse livro. Mas seria injustiça também não citar a importância de Odetta Holmes, ou a Dama das Sombras. Já chama atenção de primeira pelo fato de ser negra, esquizofrênica ( uma esquizofrenia que enche o saco ) e deficiente física, estigmatizada por ser negra e rica. A Morte dá o desfecho genial ao segundo livro.

Diálogos bem construídos, cheios do humor negro típico de King são ~com certeza~ o ponto alto. O segundo livro da saga cobre algumas falhas do primeiro, e te deixa ainda mais interessado em prosseguir na busca da Torre. Agora... será que a saga continuará tão interessante assim? Só aguardar as próximas postagens, onde continuarei contando minha opinião, experiência e ~ diário de bordo em busca da Torre. Até mais!

Leia Também:

9 comentários:

  1. Eu ainda não consegui ler nada do King, mas tenho muito curiosidade ainda mais por essa saga Torre Negra, suas resenhas sempre com pontos fortes destacados nos convidam a leitura. Dica anotada para começar a ler e eme empolgar assim como você, esse humor negro já me ganha como leitora. abraços

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  2. Gente, esse segundo livro perece que só melhora toda a narrativa. Meu coração bate mais forte só de imaginar as coisa macabras que existe nesse livro. E outro coisa, adoro humor negro, quando é bem idealizado, então!
    Só fiquei mais ansiosa para conferir os livros. King vai acabar me levando para lado da Torre Negra.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Ouço falar muito bem desses livros do King.
    Tenho muito interesse em lê-los.
    Você comentou que a estória não tem muitos rodeios, o que me surpreendeu, já que ele tem como característica esse excesso de detalhes e divagações.
    Com certeza, fiquei ainda mais empolgada para iniciar essa leitura.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  4. Olaaa
    Só li um livro do autor e ouço falar bem desse mas nao tenho interesse, tenho rm outros títulos do autor. Mesmo assim ótima resenha e dica.

    Beijos
    Reality of Books

    ResponderExcluir
  5. A cada resenha dessa saga tenho mais vontade de ler! ^^
    Assim que der vou em busca dos livros (e da Torre! haha).
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Van, seu blog é sempre uma surpresa. Eu gosto muito de vir aqui, tanto pelo conjunto quanto pelos detalhes. Essa resenha, por exemplo, me apresentou um livro que eu não leria se não fosse pela sua dica. Adoro histórias bem contadas (e quem não gosta, né?), com diálogos bons, personagens bem pensados... Eu nunca li nada do King, não sei o que to fazendo da minha vida. Hahaha
    Um abraço!
    www.literasutra.com

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bom?
    Acredita que não li King ainda? Sei que isso é um pecado, mas nunca rolou a oportunidade. Bom, que bom que esse livro consegue responder alguns questionamentos do primeiro. Esse humor negro do autor é algo que espero conhecer em breve.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Ainda não tive o privilégio de ler nenhum livro dessa série, mas sempre vejo muitos elogios, e não é pra menos, King é realmente um fenômeno. Adorei a resenha e amei seu blog, é incrível

    luadeneon.com

    ResponderExcluir
  9. Oiii gostei muito da sua resenha, mas infelizmente nenhum livro do King me chama a atenção justamente por eu ter um sério problema com o gênero.. sou bem medrosa :/
    Mas espero de verdade que a série continue empolgante pra vc

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir

[name=Vân Crist] [description=Your Description Here] (facebook=https://www.facebook.com/vaniacristinast) (twitter=https://twitter.com/VanzZombie) (instagram=https://www.instagram.com/vancrist/) (pinterest=https://pinterest.com/vancrist/) (tumblr=http://zombieffect.tumblr.com/)

@vancrist