Theme Layout

layout_first_grid

Boxed or Wide or Framed

Theme Translation

Display Featured Slider

Featured Slider Styles

[Boxedwidth][caption2]

Display Trending Posts

Display Instagram Footer

userId: 200280022, accessToken: '1677ed0.27286c4787d645babafe132cb8a61844',

Dark or Light Style

American Crime Story: O Povo Contra O.J. Simpson



Em 3 de outubro de 1995 o veredito foi dado e OJ Simpson foi absolvido de um crime em que todas as provas o apontavam como o autor. Quando isso aconteceu eu nem tinha nascido, mas alguns acontecimentos estão destinados a ficarem marcados para sempre na história, e esse julgamento é um deles. Tantos anos depois, a FX lança uma minissérie incrível baseada no livro do jornalista e ex-promotor Jeff Tobin escreveu sobre o caso. Livro que a Darkside Books relançou esse ano e me enviou em Abril, e mais uma vez eu me vi mergulhando em uma história criminalística americana.

Orenthal James "O.J." Simpson (São Francisco, 9 de julho de 1947) é um ex-jogador de futebol americano e ator norte-americano que teve grande destaque nos esportes. Em 1994 foi acusado do assassinato de sua ex-mulher Nicole Brown e de seu amigo Ronald Goldman. Todas as provas o apontavam como culpado, mesmo assim, foi absolvido após um longo julgamento. O julgamento de Simpson começou em 26 de setembro de 1994,  durou 372 dias e foi acompanhando fielmente pela mídia e população americana. "Mas como uma pessoa é absolvida de um crime em que tudo aponta que ela cometeu?" Em American Crime Story: O Povo Contra O.J. Simpson podemos ver os diversos lados da história e o que levou O.J a ser declarado inocente.


O livro mostra detalhadamente tudo que aconteceu nos bastidores do caso de O.J. Simpson. Conhecemos um pouco mais sobre todos os envolvidos, temos uma visão do papel de cada pessoa nesse processo e ,podemos ver como o advogado Johnny Cochran, explorou o racismo e preconceitos que estavam em alta na época na hora de elaborar sua estratégia (que funcionou brilhantemente). Quando Johnny levanta essas questões raciais e encontra um material que mostra policiais de Los Angeles se portando como verdadeiros racistas, consegue uma mobilização enorme da população negra, e assim monta seu plano para absolvição de O.J. Uma das coisas que mais achei bizarras é que o julgamento perde o foco e chega um momento que só se fala que o jogador está sendo acusado por ser negro, o que é bem revoltante já que se trata de um crime onde duas pessoas foram assassinadas cruelmente. Mesmo com tantas provas, o foco do julgamento consegue ser desviado.

Jeff Tobin escreve de uma forma fascinante que me fez sentir que estava na época do crime. Mesmo sendo um caso antigo, durante a leitura tive uma porção de sentimentos e opiniões, chegando a ficar perplexa e revoltada em vários momentos. O autor tece os acontecimentos de uma maneira muito inteligente, com riqueza de detalhes e observações perspicazes que vão surpreender até mesmo quem acompanhou toda a história na época. Se você possui interesse em investigações policiais, casos criminalísticos americanos, Los Angeles, e/ou quer conhecer um caso onde a justiça falha descaradamente e os bastidores de um tribunal, você definitivamente precisa ler este livro.

E há quem diga que a "justiça" sempre é feita. Irônico né.

Leia Também:

Nenhum comentário

Postar um comentário

[name=Vân Crist] [description=Your Description Here] (facebook=https://www.facebook.com/vaniacristinast) (twitter=https://twitter.com/VanzZombie) (instagram=https://www.instagram.com/vancrist/) (pinterest=https://pinterest.com/vancrist/) (tumblr=http://zombieffect.tumblr.com/)

@vancrist