Theme Layout

layout_first_grid

Boxed or Wide or Framed

Theme Translation

Display Featured Slider

Featured Slider Styles

[Boxedwidth][caption2]

Display Trending Posts

Display Instagram Footer

userId: 200280022, accessToken: '1677ed0.27286c4787d645babafe132cb8a61844',

Dark or Light Style

A Guerra que Salvou a Minha Vida




Aqui estou eu para falar da minha primeira leitura Darkside Books do ano. Fico feliz por estar conseguindo ampliar meu gênero literário (mesmo que as vezes), já que antes eu já pulava de um livro gore/horror pra outro no mesmo estilo. Sem enrolações, hoje vou falar sobre A Guerra Que Salvou a Minha Vida, um livro juvenil escrito pela Kimberly Brubaker Bradley que foi lançado esse ano pela Darkside Books aqui no Brasil, entrando para o time de peso da linha Darklove.

A história começa em Londres, no início da guerra em 1939, onde Ada e Jamie viviam com sua horrível mãe. Ada tem um pé torno, algo que não foi resolvido na infância, e sua mãe, por vergonha, tranca a garota dentro de casa e não a deixa ler, falar com pessoas fora da janela e nem mesmo andar. Ada cresce acreditando que ela é amaldiçoada e uma pessoa que não tem nenhum valor. E, se ela tentasse se afirmar, era trancada em um armário pela mãe. Mas, uma vez que seu irmão mais novo completa seis anos e começa a deixá-la em casa sozinha com mais freqüência, ela decide que, para protegê-lo, ela deve aprender a andar, mesmo com tanta dor.

Sua nova "mobilidade" é útil quando os londrinos começam a enviar seus filhos para o interior, pois Londres se torna área de risco de ataques aéreos. Embora sua mãe preferisse ter guardado dinheiro e não pagar para o governo levar seus filhos à segurança, Ada e Jamie escapam e juntam-se às outras crianças evacuadas e são deixados com Susan, uma mulher que vive sozinha em uma casa grande após a morte de sua amiga (parceira subtendida?) Becky. Susan está de luto e tão triste que ela mal pode cuidar de si mesma, ou do pônei de Becky que ficou com ela. Mas, mesmo depois de muita relutância, Susan leva os irmãos para sua casa, e o que começa como um relacionamento estranho e às vezes doloroso, flore em amor e uma família.



Este livro é sobre a Segunda Guerra Mundial, mas também é sobre as guerras que cada um luta dentro de si. Susan é uma pessoa que traz Ada para a realização de quão forte, inteligente e resistente ela pode ser, mas ao mesmo tempo se permite ser ajudada pelas duas crianças, pois carrega uma bagagem emocional muito grande. Para os leitores que procuram conteúdo histórico, o livro possui uma visão geral sólida de alguns dos principais eventos da Segunda Guerra Mundial mas, embora o background seja esse, a guerra nunca é o ponto principal da história. A guerra salva a vida de Ada, de certa forma, mas o foco principal desta história são as interações entre Ada, Jamie e Susan.

O que me fez gostar desse livro foi o desenvolvimento dos personagens e, principalmente, o crescimento e desenvolvimento de Ada para superar seus traumas. Ada não sabia nada sobre o mundo, e é incrível como tudo é novo para ela: desde ler, comer sempre e até mesmo ir no supermercado e ver o mar. A cada página acompanhamos a sua evolução. Ada aprende lentamente sobre a sua nova vida e, bem aos poucos, a menina vai se abrindo para o amor que recebe de quem está a sua volta.

A Guerra que Salvou a Minha Vida é uma história sentimental e bonita sobre superar o abuso emocional e físico e aprender a se aceitar. É um livro juvenil, mas não deixa de ser uma leitura recomendada para todas as idades. Talvez para você que já tenha lido milhares de histórias ambientadas na guerra, o livro pode soar comum (foi o que pensei que aconteceria comigo), mas o foco no desenvolvimento psicológico de Ada me envolveu totalmente. É uma leitura que aquece o coração. 


A Guerra Que Salvou a Minha Vida
Kimberly Brubaker Bradley
ISBN-13: 9788594540263
ISBN-10: 8594540264
Ano: 2017 / Páginas: 240
Idioma: Português 
Editora: DarkSide Books

Leia Também:

Nenhum comentário

Postar um comentário

[name=Vân Crist] [description=Your Description Here] (facebook=https://www.facebook.com/vaniacristinast) (twitter=https://twitter.com/VanzZombie) (instagram=https://www.instagram.com/vancrist/) (pinterest=https://pinterest.com/vancrist/) (tumblr=http://zombieffect.tumblr.com/)

@vancrist